Podem aplicar-se dois programas de eletroestimulação seguidos

Podemos treinar 2 sessões de eletroestimulação no mesmo dia?

Muitas pessoas, sobretudo mulheres fazem-me frequentemente esta pergunta:

Se podem fazer 2 sessões de eletroestimulação no mesmo dia?

Uma vez mais a resposta é “DEPENDE

Depende, de quê?

Pois é precisamente sobre isso que vou falar neste artigo de quando podemos ou não podemos aplicar, com segurança, duas sessões de eletroestimulação seguidas ou não, no mesmo dia.

Se a aplicação da electroestimulação for baseada em programas de beleza, não haverá problema e poderá aplicar 2 programas seguidos e inclusivamente 3 programas ao longo de todo esse dia. No entanto, há que ter em atenção a idiossincrasia de cada programa, uma vez que alguns necessitam de um período de descanso antes de voltar a aplicar outro programa na mesma zona. Deve, por isso, deixar passar um tempo de precaução, para que estes façam efeito. Ou, pelo contrário, pode ser que não consigamos os resultados que desejamos.

Se está a aplicar programas de massagens para reabilitação, por exemplo, por causa de dores nas costas, duas, três ou quatro vezes por dia, poderá fazê-lo sem nenhum problema. O abuso destes programas far-lhe-á bem (há que ter sempre em atenção a opinião dos especialistas, já que existem algumas doenças que podem não combinar bem com a electroestimulação. Os médicos e fisioterapeutas têm a última palavra).

Se a massagem é na cervical, atenção. Essa zona está perto da cabeça e pode alterar um pouco o sistema nervoso. Seja prudente e não aplique mais de duas sessões de eletroestimulação ao longo do dia na cervical. Pode notar excitabilidade após a sessão.

Se a massagem é para recuperação desportiva, há que ter cuidado com o programa que se aplica e durante quanto tempo. Se a sua atividade é recreativa e não possui um objetivo importante, poderá aumentar para duas e até três sessões de massagens por dia, seguidas ou repartidas, ao longo da jornada. Se tem um objetivo e está a competir, dependendo do momento da época em que se encontre, por exemplo, em plena competição, não é recomendável aplicar mais de duas vezes seguidas todos os dias a “Recuperação Ativa”, a “Capilarização” nem a “Oxigenação” durante mais de duas semanas. No início da época é diferente, já que os músculos não possuem a tensão da competição. Além disso,  no início da temporada sabe bem, ao músculo, uma massagem com o eletroestimulador.

Relativamente ao treino de força, também vai depender dos programas escolhidos e do momento da época em que se encontre. Estes parâmetros já são mais pessoais, uma vez que existem pessoas que podem aguentar o treino completo de “Resistência” mais o de “Força Resistência” e outras pessoas que não são capazes de suportar um programa completo. Por isso, como comentei anteriormente, este é mais adaptável.

Por conseguinte, teremos que ter em atenção se a aplicação do programa vai ser  no mesmo músculo ou em músculos diferentes. Se o seu caso é o último, sim, poderemos efetuar dois treinos seguidos quase sem problema, por exemplo em bíceps e em quadríceps. Mas, se é no mesmo músculo e não aplicamos nem uma sequência de programas, nem uma intensidade correta, corremos o risco de esgotá-lo e “gastá-lo”, pelo que, em vez de avançar, o que conseguiremos será retroceder no nosso estado de forma.

Conto-lhe um truque; Há algumas pessoas que, com dois programas seguidos ficam com o sistema nervoso stressado, inclusivamente sendo programas de massagens, podendo sentir pequenos estados de ansiedade provocados pela eletricidade.

Tenha em atenção este detalhe quando aplicar dois programas seguidos ou ao longo do mesmo dia, inclusivamente os de massagem e recuperação.

Como regra geral, trate de não aplicar mais de uma hora de eletroestimulação por dia, no seu corpo. Ultrapassando esse limite, o organismo começa, dia após dia, a acumular stresse, não consegue descansar profundamente e o sono altera-se.

Observe o seu corpo e se vir que se altera ou que lhe custa dormir, fique uns dias sem aplicar a eletroestimulação. Quando voltar a trabalhar com o seu eletroestimulador, faça-o uma vez por dia, mas sem aplicar muita intensidade. Não comece os primeiros dias com mais de 20 minutos de eletroestimulação. Pouco a pouco voltará a recuperar a normalidade.

Seja feliz

Pedro García