massagens-colocacao-de-adesivos-condutores-e-eletrodos

Treino triatlo com eletroestimulação. Massagem e recuperação

Um eletroestimulador é a melhor ferramenta para recuperar de um treino. Aumentará o fluxo sanguíneo da zona, levando uma grande quantidade de nutrientes e eliminando a sujidade e as toxinas do músculo.

Isto é certo. A grande maioria das pessoas utiliza o eletroestimulador nada mais do que para massajar. Destinam uma importante quantidade de dinheiro a um aparelho que tem uma multitude de possibilidades para aumentar o rendimento e apenas o utilizam para usar um ou dois programas. É como se comprasse a melhor bicicleta de triatlo que atualmente há no mercado e a destinasse apenas para ir e voltar do trabalho. Seria um desperdício. Não acha? Pois, acontece o mesmo com os eletroestimuladores.

Dentro das massagens existem uma multitude de possibilidades que bem combinadas farão com que os seus músculos recuperem antecipadamente as boas sensações. Inclusivamente os programas de força como o “Resistência”, bem utilizado e de acordo com a zona, pode ajudar-nos a fazer uma boa massagem.

Se o seu objetivo é recuperar as boas sensações nas pernas, um programa como o “Recuperação treino” assentará que nem uma luva. É um trabalho que vai passando desde 9 até 1 hércio. Limpa toxinas, fomenta o fluxo sanguíneo, relaxa e descontratura. Um bom programa!

Se lhe doem as costas, o programa “Capilarização” ou “Dor Muscular” na zona, aliviará a dor e relaxará.

Se está contraturado, o programa “Descontraturante” será o ideal para resolver esse problema.

Se tem pressionados os gémeos, o programa “Pernas Pesadas” fará muito bem ao seu trabalho. Alivia e descarrega as tensões do treino ou de um dia duro de trabalho.

Existem dezenas de programas do seu eletroestimulador que o ajudarão a recuperar as boas sensações e a eliminar os incómodos provocados pelo cansaço. A partir de Eletroestimulação Desportiva convido-o a que, a pouco a pouco, vá comprovando tudo e que fique com o que mais lhe agrada e melhor sensação lhe deixa.

Mas, atenção, não é bom abusar demais dos programas de recuperação, de acordo com a época do ano, sobretudo se está a competir. Alguns programas de massagens contrapõem os efeitos de alguns programas de força.

O meu conselho é que, se deseja aplicar uma massagem e não tem a certeza de qual (lembre-se que do mesmo modo de cada época do ano requere um programa de força para ir avançando, também se requere um programa diferente de massagem para recuperar melhor). Dependerá do avanço ou atraso da época e do treino que esteja a realizar) o programa que menos “contraindicações” apresenta é o “Recuperação Treino”. Se não tem certeza quanto à massagem a aplicar, este é ideal o para toda a época, mas atenção, não o aplique mais de 8 vezes por semana em plena época. Pode provocar efeitos não desejados sobre o rendimento a medio prazo.

Seja Feliz

Pedro García