Eletroestimuladores e eletroestimulação. Como retirar-lhe o devido rendimento

Como utilizar o seu eletroestimulador para tirar o máximo rendimento

Todos os que têm um eletroestimulador, quer seja um CompexCefarGlobus, Medel ou outra das muitas marcas que existem no mercado, já fizeram as seguintes questões alguma vez na vida:

Como posso utilizar de maneira eficaz a Eletroestimulação para treinar?

De que modo posso tirar o máximo rendimento do meu eletroestimulador?

O passo seguinte, após a dúvida, foi a ida à internet, para pesquisar: como treinar com a Eletroestimulação ou Eletromusculação para o desporto que eu faço: natação, ciclismo, ténis, atletismo, futebol…

Apercebemo-nos de que existe uma imensidão de artigos que falam de Eletroestimulação mas que existe muito pouca informação sobre como utilizá-lo para aumentar o seu rendimento.

Em www.electroestimulacaodesportiva.com queremos ajudá-lo a solucionar esse problema.

Vamos começar uma série de artigos para assessorar e recomendar a maneira mais eficaz de treinar com a Eletroestimulação e conseguir maiores e melhores resultados.

Dependendo do desporto, quer seja ciclismo, futebol ou maratona, por exemplo, é necessário criar uma boa rede de capilares no início da época para ter uma base sólida aeróbica que cairá muito bem para o resto da época. Desta forma, vamos conseguir que os músculos, ao estarem mais oxigenados, se recuperem mais rapidamente. Logo, mais reforçado na temporada, deve ir trabalhando a força resistência e no final a explosividade.

Se o desporto é o boxe ou o karaté, é preciso dar mais importância aos trabalhos balísticos, pliométricos e de força explosiva

O caso dos culturistas, por exemplo, é algo mais linear (ainda que também tenham os seus ciclos de máximo e mínimo) e um programa de aumento de massa e ganho de força, pode ser suficiente para se verem os resultados. A oxigenação melhora sempre também nestes desportos.

Pouco a pouco contar-lhe-emos os pormenores todos.

Seja Feliz

Pedro García