Dor de costas e tratamento com electroestimulação

Electroestimulação e electroestimuladores para tirar contracturas e a dor de costas

Se és possuidor de um electroestimulador e tens dor de costas, é porque tu queres.

Está na gaveta do teu armário a solução para as tuas dolências, mas não sabes como usá-lo? Ou ninguém te explicou o programa que deves realizar para tirar essa dor?

Desde a electroestimulação desportiva vou-te ensinar a reduzir e eliminar uma contractura e a dor de costas com o teu electroestimulador.

A primeira coisa que deves fazer é colocar bem os eléctrodos. Se nesse momento estás confuso, eu em breve irei colocar uma publicação sobre como e donde colocar exactamente os eléctrodos para teres uma eletroestimulação eficaz.

Uma vez que os tenhas colocado na zona dolorida, enquanto assiste a um programa televisivo, ou estás lendo, ou até mesmo em repouso, podes estar a realizar uma secção de massagens com o electroestimulador.

Os programas que deves utilizar são os seguintes:

1º O programa TENS: Este programa irá eliminar a sensação de dor na zona, mas tenha cuidado, não irá remover o problema ou o que causou a dor. Ele irá eliminar toda a sensação da dor o que vai fazer que te sintas muito melhor. É um programa muito suave que não tens que dar muita intensidade. Não permitas que os músculos fiquem tensos durante este programa. Á mais mínima sensação de tensão tens que diminuir a intensidade.

2º O programa Descontracturante (a 1 Hz) Este programa fará com que a contractura se vá retraindo e irá remover toda a tensão dessa zona, o que te vai proporcionar um tremendo alívio. Aqui, a intensidade de aplicar deve ser confortável já que isto é um programa de massagem e estás a trabalhar uma zona dolorida. Lembra-te, a intensidade deve ser suave e confortável.

3º O programa oxigenação (a 9 Hz) ou endorfínico (a 5 Hz): Estes programas provocam um fluxo sanguíneo bastante significativo na zona dolorida. Se fores constante, pelo menos durante 10 dias (enquanto vês televisão ou antes de dormir, não é muito trabalho) assim vás criar uma extensa rede de vasos capilares na zona, pelo que vai ser menos propensa que voltes a ter uma contractura. Se utilizas o programa endorfínico (a 5 Hz) iras gerar um maior fluxo sanguíneo na zona, estás assim segregando mais endorfinas, que são as hormonas responsáveis de nos fazer sentir bem. Faram que baixa a sensação de dor. A intensidade aqui também tem que ser confortável e agradável.

Podes intercalar um dia de massagem endorfínico com outro de massagem de oxigenação.

Cuidado com intensidade. Nestes casos tem que ser suave. Se exageras com a intensidade do teu electroestimulador, em vez de relaxar a zona iras fazer com que o músculo se contraia mais, assim não estarás a dar qualquer benefício para a zona dolorida.

Se fores constante e seguires as orientações, em poucos dias vais ficar como novo, sem qualquer dor de costas, garças ao teu electroestimulador.

Uma vez recuperado, e se és propenso a ter dor de costas, não deixes de ver os nossas publicações sobre como ter umas costas sem dor com a eletroestimulação. Lembre-se de fazer o programa de resistência, pelo menos, uma vez por semana para manter um óptimo cuidado das tuas costas ou lombares.

Sé feliz

Pedro García